Membro do Fed diz estar focado em garantir que inflação volte à meta de 2% nos EUA

O presidente da distrital do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) em Atlanta, Raphael Bostic, reiterou nesta sexta-feira o compromisso em garantir que a inflação nos Estados Unidos retorne à meta de 2%. Em entrevista à rádio NPR, o dirigente reconheceu os progressos recentes, mas afirmou que ainda há um caminho a ser percorrido para assegurar, de vez, a estabilidade de preços.

Bostic, que vota nas reuniões deste ano do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês), comemorou o fato de que a economia norte-americana não desacelerou rapidamente como resultado da escalada dos juros.

Segundo ele, os salários têm crescido em ritmo mais rápido que a inflação e deve continuar assim à frente.

Questionado sobre bancos regionais, Bostic assegurou que as instituições com as quais dialoga estão preparadas para lidar com eventuais problemas associados ao mercado imobiliário comercial.

O dirigente também garantiu que as eleições presidenciais de novembro não influenciarão as decisões do Fed.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes