Bolsas de NY recuperam parte das perdas da véspera com CPI; Uber salta quase 15%

As bolsas de Nova York fecharam em alta nesta quarta-feira, 14, em uma recuperação parcial das perdas da sessão de terça-feira, quando a inflação ao consumidor nos EUA acima do esperado foi gatilho para os investidores realizarem lucros. O vigor maior do dia ficou com o Nasdaq, com ganho de mais de 1%, enquanto o Dow Jones e o S&P 500 registraram ganhos mais comedidos. As ações do Uber saltaram após a companhia anunciar sua primeira operação de recompra de ações.

O Dow Jones fechou em alta de 0,39%, aos 38.423,48 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 0,96%, aos 5.000,50 pontos. Na véspera, o Dow Jones recuou 1,35% e o S&P 500 perdeu 1,37%. O Nasdaq subiu 1,30%, aos 15.859,15 pontos, após ceder 1,80% na terça-feira.

As ações do Uber dispararam 14,71%. A companhia anunciou o primeiro programa de recompra de ações de até US$ 7 bilhões.

"A autorização de hoje do nosso primeiro programa de recompra de ações é um voto de confiança no forte momento financeiro da empresa. Seremos cuidadosos no que diz respeito ao ritmo da nossa recompra, começando com iniciativas que compensam parcialmente a remuneração por ações e trabalhando no sentido de uma redução consistente no número de ativos", disse o diretor financeira da empresa, Prashanth Mahendra-Rajah, em comunicado no site da companhia.

A Nvidia ganhou 2,46%, fechando a US$ 739, com um valor de mercado de US$ 1,825 trilhão.

A cifra superou o valor de mercado da Alphabet, que subiu 0,55% nesta quarta e aparecia com um valor de mercado de US$ 1,820 trilhão, segundo o site companiesmarketcap.

Nesse ranking, a empresa tornou-se nesta quarta-feira a quarta maior em valor de mercado do globo, atrás agora da Saudi Aramco, que tem um valor estimado de mais de US$ 2 trilhões. Na terça-feira, a empresa superou a Amazon.com em capitalização de mercado.

Entre as outras ações do segmento de tecnologia, as da Netflix saltaram 4,47%. A Meta avançou 2,86% e a Salesforce, 2,85%.