Na China, PBoC mantém juro da MLF em 2,5%, mas analistas preveem corte nas taxas principais

O banco central da China (PBoC) deixou a taxa de sua linha de empréstimo de médio prazo - conhecida como MLF - de um ano inalterada em 2,5%, ao fazer uma injeção de liquidez de 500 bilhões de yuans (US$ 69,5 bilhões), segundo comunicado publicado no domingo (18).

O PBoC também injetou 105 bilhões de yuans em liquidez através de acordos de recompra inversa de sete dias, mantendo a taxa de juros em 1,8%.

Apesar da manutenção das taxas, analistas preveem que o PBoC poderá cortar seus juros básicos, as chamadas taxas de juros de referência para empréstimos (LPRs), no fim da noite desta segunda-feira, 19. A última alteração nas taxas ocorreu em agosto do ano passado.

A Moody's Analytics prevê que a LPR de um ano poderá ser reduzida em 10 pontos-base, de 3,45% a 3,35%, e a LPR de 5 anos em 15 pontos-base, de 4,20% a 4,05%. *Com informações da Dow Jones Newswires.