Por enquanto não há razão para pensar em aumento de combustível, diz presidente do Petrobras

O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, afastou nesta terça-feira, 20, a necessidade de aumentar o preço dos combustíveis no curto prazo, apesar da alta do petróleo nos últimos dias. A discussão sobre eventuais reajustes dos combustíveis está sempre no radar, com "um acompanhamento minuto a minuto dos mercados", afirmou o executivo após lançamento do piloto do projeto Hisep, que separa petróleo do gás no fundo mar.

"Vamos resguardar o mercado brasileiro de oscilações desnecessárias", disse. "Essa alta (do petróleo)é de apenas uma semana, talvez seja um período curto ainda", completou Prates.

Ele explicou que no ano passado ocorreu o mesmo e não há razão para se pensar em reajuste agora. "Por enquanto, não", disse.