Brasil vive ambiente extremamente construtivo para a política industrial, afirma Mercadante

O presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante, afirmou nesta quinta-feira, 22, que o País vive um ambiente econômico extremamente construtivo para a política industrial, com bons indicadores macroeconômicos. "Temos que proteger o mercado, senão não tem industrialização como o mundo está vendo", defendeu em discurso durante a posse de Ricardo Cappelli como presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), realizada no Ministério do Planejamento. "Precisamos enfrentar o complexo de vira-lata", acrescentou Mercadante afirmando que o País tem a Embraer, com atuação relevante no mercado de aeronaves, e por isso precisa fortalecer a indústria.

Assim como Capelli, Mercadante defendeu o programa Nova Indústria Brasil (NIB) e argumentou que o programa de reindustrialização do governo Lula está alinhado com o que é hoje praticado na América do Norte, especialmente os Estados Unidos.

O presidente do banco de fomento disse ainda que na gestão de Cappelli é importante que a ABDI discuta a agenda de regulação no País, especificamente na área da Saúde. "Vamos retomar investimento público em parceria com a iniciativa privada", defendeu.

A ABDI irá monitorar parte do cumprimento de metas do NIB, programa lançado em janeiro pelo governo federal. A iniciativa foi duramente criticada por reeditar medidas antigas e apresentar apenas uma carta de intenções em vez de planejamento estratégico.

Uma nova apresentação do programa, no entanto, deverá ser realizada 90 dias após o lançamento oficial.