Vale tem resultado financeiro líquido de US$ 874 mi negativos no 4º trimestre de 2023

A mineradora Vale anunciou resultado financeiro líquido de US$ 874 milhões negativos no último trimestre de 2023, ante US$ 658 milhões negativos do mesmo período no ano anterior. No consolidado do ano, a cifra ficou em US$ 1,946 bilhão negativo, revertendo o resultado positivo de 2022 em US$ 2,268 bilhões, informou a empresa em seu balanço divulgado nesta quinta-feira, 22.

Pelo lado positivo, o Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) proforma foi influenciado positivamente em US$ 1,729 bilhão, principalmente, devido aos maiores preços realizados de minério de ferro e aos maiores volumes de vendas de cobre.

Já pelo lado negativo, o resultado de participações e lucro líquido atribuído aos acionistas não controladores da Vale foi influenciado negativamente em R$ 1,229 bilhão devido ao incremento na provisão relacionada ao rompimento da barragem da Samarco. O resultado financeiro da mineradora também foi afetado negativamente pela queda da marcação de mercado das debêntures participativas.

Houve ainda maiores prejuízos relacionados à tributação. A mineradora destacou perdas de US$ 1,544 bilhão em função de um aumento no lucro tributável e maiores resultados operacionais.

A margem Ebitda ajustada foi de 49% ante 39% do quarto trimestre de 2022 e 39% do terceiro trimestre. O fluxo de caixa livre das operações é de US$ 2,5 bilhões, acima da base registrada no quarto trimestre de 2022. A conversão de Ebitda em caixa livre é de 37%.