Fitch: lucros de bancos do Reino Unido seguem fortes, apesar de redução em receita de juros

Os principais bancos do Reino Unido devem seguir com lucros robustos em 2024, apesar de perspectivas de redução na receita líquida de juros, avalia a Fitch, em relatório divulgado nesta terça-feira, 27. A Fitch ainda espera que a liquidez bancária continue forte e de alta qualidade, projetando uma desaceleração na migração de depósitos durante o primeiro semestre de 2024.

"Esperamos que a receita líquida de juros seja moderada em relação aos ganhos de 2023, com base no aumento dos custos de depósito, margens apertadas nos empréstimos hipotecários e queda das taxas do banco central", projeta.

De acordo com a agência, os maiores bancos britânicos informaram forte lucratividade em seus resultados de 2023, conforme os juros elevados do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) impulsionaram sua renda líquida, amenizando o crescimento modesto dos custos. Além disso, os encargos de redução ao valor recuperável de empréstimos foram contidos no ano passado, pontua a Fitch, o que também contribuiu para os lucros bancários.

A Fitch pondera que a qualidade dos ativos permanece resiliente, apesar dos juros materialmente mais elevados e condições macroeconômicas fracas. Contudo, a agência prevê uma deterioração nos índices de empréstimos inadimplentes neste ano, à medida que os juros elevados reduzam a capacidade de pagamento dos tomadores de crédito.