Dólar sobe com Treasuries e vai a R$ 5 no mercado futuro enquanto investidor espera PCE

O dólar começa o dia em alta nesta quinta-feira (29) que encerra o mês de fevereiro. As referências para os ativos são diversas nesta manhã, mas prevalece a expectativa pela divulgação do índice de preços PCE nos Estados Unidos, às 10h30, principal termômetro de inflação acompanhado pelo Federal Reserve. Enquanto isso, o mercado de câmbio se divide entre influências externas e a disputa pela última taxa Ptax do mês, que servirá de referência para liquidação e rolagem de contratos futuros.

Os juros dos Treasuries sobem em toda a curva nesta manhã de expectativa no mercado americano, que aguarda para saber se o PCE também vai reforçar a percepção de que o Fed não terá pressa em começar a cortar juros nos EUA. Com isso, o dólar já sobe majoritariamente ante moedas de países emergentes e exportadores de commodities nesta manhã.

Na agenda doméstica, destaque neste início de dia para os números da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ela mostrou que a taxa de desocupação no Brasil ficou em 7,6% no trimestre encerrado em janeiro. O resultado ficou abaixo da mediana das expectativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, de 7,8%.

Às 9h46 desta quinta-feira, o dólar à vista era cotado a R$ 4,9895, em alta de 0,39%. O dólar futuro para abril avançava 0,45%, para R$ 5,0040.