Expedição de papelão ondulado chega a 337 mil toneladas em janeiro, afirma Empapel

A expedição de caixas, acessórios e chapas de papelão ondulado alcançou 337,211 mil toneladas em janeiro, aumento de 5,8% na comparação com o mesmo período do ano anterior, de acordo com os dados da Associação Brasileira de Embalagens em Papel (Empapel).

Segundo a entidade, o volume registrado no período é o maior entre os meses de janeiro desde o início da série iniciada em 2005. Também é o quinto ano consecutivo em que a Empapel calcula um nível de expedição acima de 310 mil toneladas.

O volume de expedição por dia útil, por sua vez, foi de 12,970 mil toneladas em janeiro, alta de 5,3% na comparação interanual. A quantidade de dias úteis no mês foi igual ao mesmo período de 2022 (26 dias úteis).

O Índice Brasileiro de Papelão Ondulado (IBPO) subiu 5,3% em janeiro na comparação com o mesmo mês do ano anterior, para 150,2 pontos.

Já nos dados livres de influência sazonal, o resultado de janeiro registra um recuo de 0,4%, interrompendo a sequência de três altas consecutivas no IBPO, para 153,7 pontos. Na mesma métrica, o volume expedido de papelão ondulado no mês foi de 344,514 mil toneladas. A expedição por dia útil foi de 13,251 mil toneladas, uma queda de 4,2% em relação ao mês imediatamente anterior.