Haddad retorna ao Ministério da Fazenda após reunião com Lula e Zema

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, retornou à sede da pasta, após participar de reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), no Palácio do Planalto. Inicialmente, Haddad não participaria do encontro, mas foi chamado pelo presidente Luiz Inácio da Silva no final da tarde.

O encontro ocorre em momento no qual o governador mineiro busca retomar protagonismo sobre o tema, logo após o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), enviar uma proposta alternativa de renegociação de dívidas que inclui a federalização das estatais Cemig e Copasa.

Nesta semana, deputados do Estado se reuniram com secretários da pasta de Haddad (Tesouro e de Política Econômica) e reiteraram que a Fazenda deverá se manifestar sobre o tema até o final de março. Hoje, a dívida de Minas com a União é de aproximadamente R$ 160 bilhões.

Zema

Depois de reunião com o presidente e ministros sobre a dívida de Minas Gerais com a União e a compensação a ser recebida por causa da tragédia de Mariana, em 2015, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, disse a jornalistas: 'Lula, tanto quanto eu, é democrata'.

Lula e Zema são adversários políticos.