Presidente da Espanha agradece liderança do Brasil para tratar sobre acordo Mercosul-UE

Depois do fracasso na negociação do acordo comercial entre Mercosul e União Europeia, o presidente da Espanha, Pedro Sánchez, agradeceu nesta quarta-feira, 6, a liderança do Brasil para tratar sobre os negócios comerciais e disse que a América do Sul e a UE são aliados naturais. "Isso reforça nossos vínculos comerciais e contribui com benefícios sociais e laborais", disse.

Sánchez disse que continuará construindo compromissos feitos na cúpula entre Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac) e UE no ano passado.

Ele também afirmou que o Brasil é um destino atraente para as empresas espanholas, especialmente aquelas que tratam da transição energética, e que os dois países têm amplo potencial de cooperação.

O presidente espanhol se reuniu nesta quarta-feira com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e tem agendas marcadas à tarde com os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

Ele também disse que será institucionalizado um mecanismo de diálogo entre os dois governos para defender a democracia dos ataques extremistas. "Devemos ficar firmes nos nossos princípios democráticos", enfatizou Sánchez.