Taxas de juros ficam estáveis após produção industrial e antes de Powell

Os juros futuros rondam a estabilidade na manhã desta quarta-feira, 6, em meio ao recuo do dólar ante o real, alta dos retornos dos Treasuries e após a produção industrial no Brasil ter mostrado queda de 1,6% em janeiro ante dezembro, em linha com a mediana do Projeções Broadcast.

O foco do dia está no discurso do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, no Congresso dos Estados Unidos (12 horas, de Brasília).

Às 9h35, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2025 marcava 9,875%, de 9,877% no ajuste anterior.

O DI para janeiro de 2026 estava em 9,665%, de 9,666%, e o para janeiro de 2027 marcava 9,865%, igual ao ajuste de ontem. O vencimento para janeiro de 2029 estava em 10,300%, de 10,301%.