Ministro alemão sinaliza apoio a segundo mandato de Georgieva no comando do FMI

Ministro de Finanças da Alemanha, Christian Lindner sinalizou que deverá apoiar um segundo mandato de 5 anos de Kristalina Georgieva à frente do Fundo Monetário Internacional (FMI). O primeiro mandato de Georgieva teve início em outubro de 2019 e se encerra em igual mês neste ano.

Lindner destacou, em uma publicação no X (antigo Twitter), que a atual diretora-gerente do FMI conduziu a instituição durante momentos difíceis nos últimos anos.

"Estou convencido de que ela é exatamente a pessoa certa para comandar a instituição através dos desafios futuros e para fortalecer o FMI como defensor de reformas estruturais nas nossas economias", escreveu ele.

Com isso, a Alemanha se junta à França no apoio ao pleito de Georgieva. O ministro francês Bruno Le Maire disse, durante a cúpula do G20 em São Paulo no fim de fevereiro, que ela é a pessoa certa para a função e que faria sentido mantê-la no cargo, segundo a Reuters.