Empresas do Japão oferecem reajuste salarial de mais de 5% pela 1ª vez desde 1991

Grandes empresas do Japão estão oferecendo reajustes salariais superiores a 5% pela primeira vez desde 1991, segundo dados preliminares divulgados pela maior central sindical do país nesta sexta-feira, 15.

Levantamento da Confederação de Sindicatos do Japão, conhecida como Rengo, mostra que 771 afiliados do grupo planejam conceder aumento salarial médio de 5,28% este ano, ante o acréscimo de 3,58% do ano passado.

O presidente do Banco do Japão (BoJ, pela sigla em inglês), Kazuo Ueda, tem dito que o resultado de negociações salariais anuais é um importante fator para decisões de política monetária. Muitos economistas e investidores esperam que o BoJ acabe com sua política de juro negativo, adotada há mais de oito anos, na reunião deste mês ou de abril.

A próxima reunião de política monetária do BoJ está marcada para 18 e 19 de março. Fonte: Dow Jones Newswires.