Taxas futuras de juros têm viés de alta após dado de serviços mais forte

Os juros futuros rondam a estabilidade, com viés de alta, após o volume de serviços prestados ter subido 0,7% em janeiro ante dezembro, na série com ajuste sazonal, superando o teto as estimativas do Projeções Broadcast, de alta de 0,2%. No mês anterior, a alta do indicador foi revista de 0,3% para 0,7%. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira, 15, pelo IBGE. Na quinta-feira, as vendas do varejo também surpreenderam com alta mais forte, o que elevou a estimativa para Selic em 2024. O movimento é limitado pelo recuo dos retornos dos Treasuries longos.

Às 9h18, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2025 subia a 9,910%, de 9,896% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2026 sobem a 9,800%, de 9,784%, e o para janeiro de 2027 marcam 10,035%, de 10,028% no ajuste de quinta-feira. O vencimento para janeiro de 2029 estava em 10,525%, de 10,516%.