Conteúdo publicado há 1 mês

Egito abre mercado de carne para Brasil exportar proteína animal de caprino e ovino

O Egito acaba de abrir seu mercado para a exportação de carnes, produtos cárneos e miúdos de caprinos e ovinos do Brasil, informou nesta terça-feira, 19, o Ministério da Agricultura, em nota.

Desta forma, desde janeiro do ano passado, cem novos mercados foram abertos para o Brasil no exterior, em 49 países. Ainda conforme a nota, em 15 meses, o número alcançado é o dobro do registrado em igual período da gestão anterior, quando 50 mercados foram abertos em 24 países.

Dos cem novos mercados, 36 são na Ásia (Arábia Saudita, Armênia, Butão, China, Filipinas, Índia, Indonésia, Israel, Japão, Malásia, Omã, Paquistão, Quirguistão, Cingapura, Tailândia, Usbequistão e Vietnã); 35 nas Américas (Argentina, Bolívia, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Equador, Estados Unidos, México, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai); 17 na África (África do Sul, Angola, Argélia, Botsuana, Egito, Marrocos, Quênia e Zâmbia); 7 na Oceania (Austrália, Nova Caledônia, Nova Zelândia, Polinésia Francesa e Vanuatu) e 5 na Europa (Belarus, Reino Unido, Rússia e Turquia).