Conteúdo publicado há 25 dias

Enel mais que dobra lucro líquido em 2023, para 3,44 bilhões de euros

O lucro líquido da Enel mais do que duplicou no ano passado, apesar do declínio nas receitas devido aos preços mais baixos que em 2022, quando os mercados de energia saltaram após o início da guerra entre Ucrânia e Rússia. A empresa de energia com sede em Roma reportou nesta quinta-feira, 21, um lucro líquido de 3,44 bilhões de euros em 2023, ante 1,68 bilhão de euros em 2022.

Já o lucro líquido em termos ajustados - ou "rendimento ordinário líquido" - aumentou quase 21% para 6,51 bilhões de euros.

A Enel tinha como objetivo atingir um rendimento ordinário líquido entre 6,4 bilhões e 6,7 bilhões de euros.

A empresa disse que pagaria um dividendo de 0,43 euro por ação para 2023, mais que o 0,40 euro por ação que pagou no ano anterior.

As receitas caíram para 95,57 bilhões de euros, frente aos 140,52 bilhões de euros em 2022, quando a invasão da Ucrânia pela Rússia abalou o mercado energético, elevando os preços a níveis recordes.

Para 2024, a Enel espera obter um rendimento ordinário líquido entre 6,6 bilhões de euros e 6,8 bilhões de euros. Fonte: Dow Jones Newswires.

Deixe seu comentário

Só para assinantes