Even tem lucro líquido de R$ 150 mil no 4º trimestre para R$ 57,2 milhões

A incorporadora Even teve lucro líquido de R$ 57,2 milhões no quarto trimestre de 2023, o que representa um salto perante o resultado do mesmo período de 2022, quando ficou em apenas R$ 150 mil.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) também cresceu de modo significativo e chegou a R$ 142,6 milhões, enquanto no mesmo período do ano anterior ficou em R$ 12,3 milhões. A margem Ebitda aumentou 12,6 pontos porcentuais, para 15,2%.

A receita líquida totalizou R$ 938,5 milhões, expansão de 89% na mesma base de comparação anual.

A margem bruta ajustada cresceu 4,3 pontos porcentuais, para 25,9%, enquanto a margem líquida cresceu 11,5 pontos, para 13,8%.

As despesas comerciais, gerais e administrativas aumentaram 7%, para R$ 102,6 milhões, o equivalente a 10,9% da receita líquida. Houve aí uma diluição importante, visto que um ano antes estava em 19%.

O resultado financeiro (saldo entre receitas e despesas financeiras) gerou uma receita de R$ 30,6 milhões, que foi 8,5% maior na comparação anual.

A Even ampliou as vendas em 125% no quarto trimestre na comparação anual, chegando a R$ 522,9 milhões, enquanto os lançamentos aumentaram 12 vezes na mesma base de comparação, para R$ 990,5 milhões, conforme já havia sido informado no relatório operacional prévio. Os distratos também cresceram. Foram 30% maiores, indo para R$ 81 milhões.

A companhia informou que repasse de clientes para o banco após a entrega das chaves é o foco para os próximos meses, dada a sua relevância para o fluxo de caixa. No quarto trimestre, os repasses totalizaram R$ 293,4 milhões.

Os estoques de imóveis em São Paulo no fim de 2023 estava avaliados em R$ 2,4 bilhões, o que representa 20 meses de vendas líquidas. O estoque concluído representava 9% do total.

A incorporadora reportou queima de caixa de R$ 213,3 milhões, devido às aquisições de terrenos e à construção dos projetos em andamento.

A Even chegou ao fim do quarto trimestre de 2023 com dívida líquida de R$ 394,4 milhões, revertendo a posição de caixa líquido de R$ 197,5 milhões de um ano antes.