PMI composto da zona do euro sobe a 49,9 em março, apoiado por serviços, afirma S&P Global

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da zona do euro, que engloba os setores industrial e de serviços, subiu de 49,2 em fevereiro para 49,9 em março, atingindo o maior nível em nove meses, segundo dados preliminares divulgados nesta quinta-feira, 21, pela S&P Global em parceria com o Hamburg Commercial Bank.

O resultado superou a expectativa de analistas consultados pela FactSet, que previam aumento do PMI composto do bloco a 49,7 neste mês.

Apenas o PMI de serviços da zona do euro avançou de 50,2 para 51,1 no mesmo período, também alcançando o maior patamar em nove meses. O consenso da FactSet era de alta menor, a 50,5.

O PMI industrial do bloco, por outro lado, diminuiu de 46,5 em fevereiro para 45,7 em março, o nível mais baixo em três meses. Neste caso, a previsão era de alta a 47.

Leituras abaixo de 50 indicam contração e acima de 50, expansão.