China atrai em IED no 1º bimestre 215,1 bilhões de yuans, 19,9% menos que 1 ano antes

A China atraiu 215,1 bilhões de yuans (US$ 29,88 bilhões) em investimento estrangeiro direto (IED) no primeiro bimestre de 2024, 19,9% menos do que em igual período do ano passado, segundo dados publicados pelo Ministério de Comércio do país nesta sexta-feira, 22. Em comunicado, o ministério atribuiu a queda aos níveis recordes de IED de um ano antes.

Apesar do recuo, o resultado do bimestre foi o terceiro melhor dos últimos dez anos, destacou a pasta.

Em 2023, o volume de IED na segunda maior economia do mundo caiu 8% em relação ao ano anterior, quando medido em yuans.

No ano passado, o ministério parou de divulgar números em dólares. Fonte: Dow Jones Newswires.