BB corta IOF para 1,1% nas compras no crédito no exterior para cartões de alta renda

Em um movimento inédito no mercado brasileiro, o Banco do Brasil vai reduzir a alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) nas compras no exterior no cartão de crédito para 1,1%. A redução, porém, não vale para toda a base de cartões, mas apenas para clientes Ourocard em modalidades como Visa Infinite, Mastercard Black e Elo Nanquim. A redução começa a valer nesta segunda-feira, 25.

Atualmente, a alíquota do IOF está em 4,38% para quem comprar no cartão de crédito no exterior. A taxa de 1,1% é válida para operações de câmbio, como compra de moeda estrangeira, e para os cartões de débito de contas internacionais. Estas contas têm atraído muitas pessoas justamente para fugir do IOF mais alto no cartão de crédito. Nos últimos meses, bancos como Santander e Bradesco lançaram contas globais de débito. O C6 foi um dos primeiros a ter o produto.

Quem vai bancar a redução da taxa para 1,1% no crédito, ou seja, os 3,38% de diferença do IOF normal no crédito, é o próprio BB, segundo comunicado do banco à imprensa.

"Essa iniciativa torna o Ourocard a melhor opção para uso internacional, pois o cliente une a vantagem de IOF reduzido com os diversos benefícios, como pontos, cashback, prazo de até 40 dias para pagar, parcelamento de compras à vista", afirma o diretor de Meios de Pagamento do BB, Pedro Bramont.

Como no exterior parcelar compras para não residentes do país é raro, os cartões Ourocard oferecem o Parcelamento de Compras à Vista (PCV), o que possibilita dividir em até 12 vezes as compras feitas originalmente à vista, com taxa de 1,99% ao mês.

O uso de cartões de brasileiros no exterior é crescente. Somaram US$ 5,9 bilhões (R$ 30 bilhões) somente no primeiro semestre de 2023, o maior valor transacionado desde o mesmo período de 2018, segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs). Esses números incluem os gastos realizados em viagens fora do Brasil e também as compras internacionais online.