Famílias pagam mais por cebola, ovo de galinha e frutas, mostra IPCA-15 de março

Os preços dos alimentos para consumo no domicílio voltaram a ficar mais caros em março. As altas alcançaram dois dígitos em itens como cebola (16,64%), banana prata (12,33%) e banana d'água (15,22%). Os dados são do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) divulgado nesta terça-feira, 26, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O ritmo de avanços no grupo Alimentação e bebidas, porém, teve ligeira desaceleração: de uma alta de 0,97% em fevereiro para elevação de 0,91% em março, resultando numa contribuição de 0,19 ponto porcentual para a taxa de 0,36% registrada pelo IPCA-15 deste mês.

O custo da alimentação no domicílio subiu 1,04% em março. As famílias pagaram mais também pelo ovo de galinha (6,24%), frutas (5,81%) e leite longa vida (3,66%).

A alimentação fora do domicílio aumentou 0,59% em março. A refeição fora de casa subiu 0,76%, e o lanche aumentou 0,19%.