IPCA-15 sobe 0,36% em março ante alta de 0,78% em fevereiro, afirma IBGE

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15) subiu 0,36% em março, após ter avançado 0,78% em fevereiro, informou nesta terça-feira, 26, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com o resultado agora anunciado, o IPCA-15 registrou um aumento de 1,46% no acumulado do ano. Em 12 meses, a alta foi de 4,14%, ante taxa de 4,49% até fevereiro.

O resultado ficou acima da mediana das estimativas de analistas do mercado financeiro colhidas pelo Projeções Broadcast, que apontava para aumento de 0,32%. As previsões iam de alta de 0,21% a avanço de 0,54%.

Com o resultado anunciado hoje, o IPCA-15 acumulou um aumento de 1,46% no ano. A taxa em 12 meses ficou em 4,14%. As projeções iam de avanço de 3,99% a 4,33%, com mediana de 4,10%.

Os preços de Alimentação e bebidas aumentaram 0,91% em março, após alta de 0,97% em fevereiro. O grupo deu uma contribuição positiva de 0,19 ponto porcentual para o IPCA-15, que subiu 0,36% no mês.

Entre os componentes do grupo, a alimentação no domicílio teve alta de 1,04% em março, após ter avançado 1,16% no mês anterior. A alimentação fora do domicílio subiu 0,59%, ante alta de 0,48% em fevereiro.

O Estadão/Broadcast calcula o impacto de cada grupo no IPCA-15 com base na variação mensal e no peso mensal disponíveis no Sistema IBGE de Recuperação Automática (Sidra). O resultado pode ter divergências pontuais com o impacto divulgado pelo IBGE, que considera mais casas decimais do que as disponibilizadas publicamente na taxa de cada item.