MDIC vê 'grande' aumento de volume importado das 3 principais categorias no 1º tri

O diretor de Estatísticas e Estudos de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Herlon Brandão, destacou nesta quinta-feira, 4, que houve "grande" aumento de volume importado nas três principais categorias da balança comercial do primeiro trimestre: bens de capital (15,4%), bens intermediários (11,1%) e bens de consumo (22,8%). "Eu destaco o aumento do volume importado de bens de capital e de bens de consumo", disse Brandão em coletiva sobre os dados da balança de março.

A exceção ficou por conta da importação de combustíveis, que registrou queda tanto no volume (-13,7%) quanto no preço (-9,1%). "O Brasil vem dependendo cada vez menos de combustível importado", disse o técnico do MDIC.

No geral, o valor de importações registrou uma queda de 1,8% no primeiro trimestre na comparação com o mesmo período do ano passado, puxada pelo recuo dos preços, de 10,6%, enquanto que o volume comprado cresceu em 8,7%.

Entre os destaques positivos nas importações está o segmento de veículos automóveis de passageiros, com crescimento 46,4% no valor comprado. Em motores e máquinas não elétricos, o avanço nas importações foi de 12,6%. As compras da China cresceram 13,1% no período.