Diretora do Fed vê política restritiva e bem calibrada para reduzir pressões inflacionárias

Diretora do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Michelle Bowman afirmou nesta sexta-feira, 5, que a política monetária nos Estados Unidos está restritiva e parece estar "adequadamente calibrada" para reduzir as pressões inflacionárias. Em evento em Nova York, a dirigente lembrou que os progressos em direção à estabilidade de preços aconteceram ao mesmo tempo em que o mercado de trabalho se manteve forte.

"Os gastos com serviços ao consumidor mostraram força contínua ao longo de fevereiro, e o emprego no payroll [relatório do país] aumentou a um ritmo muito forte no primeiro trimestre", acrescentou a diretora.

Michelle Bowman, no entanto, ponderou que empregos de meio turno representaram a maior parcela dos ganhos recentes no mercado de trabalho, além da maior disponibilidade de trabalhadores via imigração.

Para ela, há incertezas em relação ao nível neutro de juros, que pode estar mais alto depois da pandemia. "Se for esse o caso, serão eventualmente apropriados menos cortes nas taxas para devolver a orientação da nossa política monetária a um nível neutro", explicou.