Nos EUA, relatório do DoE eleva projeção da média do barril de Brent para US$ 90 no 2º tri

O Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) dos Estados Unidos projeta que o barril do petróleo Brent será negociado em média em US$ 90 no segundo trimestre deste ano. A informação está em seu relatório sobre a Perspectiva de Energia no Curto Prazo (STEO, na sigla em inglês) de abril, divulgado nesta terça-feira, 9. Em março, no mesmo relatório, a expectativa era de que o Brent fosse negociado em US$ 88 o barril no segundo trimestre.

"Este aumento reflete a nossa expectativa de fortes reduções de estoques globais de petróleo durante este trimestre e de riscos geopolíticos contínuos", afirma o documento.

Em todo o ano, o DoE projeta agora que o Brent será negociado em média em US$ 89 o barril (em fevereiro, previa US$ 87).

Em abril, o Doe revisou os dados de consumo global de combustíveis líquidos de 2022 disponíveis Estatísticas Energéticas Internacionais, aumentando a sua avaliação do consumo global de petróleo nesse ano em quase 800 mil barris por dia (b/d) em comparação com o STEO do mês passado. "A revisão deste mês dos dados históricos, bem como a dinâmica atual do mercado, levaram-nos a aumentar as nossas previsões para o consumo global de petróleo em 2024 e 2025 entre 400 mil b/d e 500 mil b/d em ambos os anos", afirma.