Conteúdo publicado há 1 mês

Haddad vê ainda espaço para cortes de juros e diz que início do ciclo é muito recente

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, voltou a defender mais cortes de juros no Brasil. "Nós estamos com a taxa ainda muito aberta em relação ao resto do mundo. Ainda temos espaço de política monetária. Começamos a cortar muito recentemente. Em agosto começaram os cortes, então há espaço", avaliou, em fala a jornalistas em Washington DC, nos Estados Unidos.

Ele ponderou, contudo, que a decisão quanto ao rumo da política monetária está nas mãos do Banco Central (BC). "A autoridade monetária vai saber julgar a conveniência. A minha opinião é que nós ainda temos espaço em virtude do fato de que iniciamos os cortes muito recentemente. Agora, vamos acompanhar o que está acontecendo no mundo", acrescentou.

Haddad disse que está recebendo relatórios praticamente de hora em hora sobre o que está acontecendo no mundo e que, à luz dos episódios recentes, internos e externos, é necessário "reendereçar questões e buscar o melhor para o País".

"Do meu ponto de vista, o melhor para o País não mudou em nada. Nós temos que buscar equilíbrio, nós temos que buscar obstinadamente", afirmou o ministro da Fazenda.

Deixe seu comentário

Só para assinantes