Conteúdo publicado há 22 dias

IPC-M acelera alta a 0,32% no IGP-M de abril, após 0,29% em março, afirma FGV

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M) acelerou o ritmo de alta a 0,32% em abril, ante 0,29% em março. As informações são da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Cinco das oito classes de despesa componentes do índice registraram acréscimo em suas taxas de variação: Educação, Leitura e Recreação (-1,85% para -1,37%); Alimentação (0,68% para 0,83%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,42% para 0,63%), Habitação (0,47% para 0,54%) e Comunicação (-0,06% para 0,16%).

Por outro lado, registraram desaceleração os grupos Transportes (0,64% para 0,24%), Despesas Diversas (0,81% para 0,18%) e Vestuário (0,13% para 0,05%).

Influências

As maiores pressões de alta sobre o IPC-M de abril partiram de aluguel residencial (3,25% para 1,75%); tomate (-0,36% para 16,19%); cebola (18,90% para 14,93%); tarifa de eletricidade residencial (-0,52% para 0,92%); mamão papaya (3,17% para 25,55%).

Na outra ponta, puxaram o índice para baixo passagem aérea (-10,53% para -8,94%); batata-inglesa (-12,73% para -9,27%); xampu, condicionador e creme (1,76% para -3,45%); desodorante (0,04% para -4,80%) e combo de telefonia móvel e internet (-0,10% para -0,64%).

Deixe seu comentário

Só para assinantes