Manutenção de juros pelo Fed em setembro aparece como mais provável após dados dos EUA

A manutenção de juros pelo Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) até setembro aparecia como mais provável (51,6%) há pouco, no monitoramento do CME Group, com a chance de corte de juros em 48,4%. Ontem, um corte era visto como mais provável. O movimento ocorre depois de nesta manhã o índice de custo do emprego avançar 1,2% no primeiro trimestre, acima da previsão de alta de 0,9% dos analistas ouvidos pela FactSet.

Para julho, a possibilidade de manutenção estava em 76,9% (de 70,8% ontem), com 21,6% de chance de corte de 25 pontos-base e 1,4% de uma redução de 50 pb.

Até dezembro, o quadro visto como mais provável (41,5%) continuava a ser de apenas um corte neste ano, de 25 pontos-base (de 38,8% ontem), com 25,8% de chance de uma redução de 50 pb (de 30,1% ontem) e 24,4% de manutenção dos juros em todo o ano atual (de 18,4% ontem).