Para 44% das micro e pequenas indústrias, macroeconomia está ruim ou péssima, diz Simpi

Para 44% dos gestores de micro e pequenas indústrias, a macroeconomia brasileira estava ruim ou péssima em março. É o que constatou a 12ª Pesquisa Indicador Nacional de Atividade da Micro e Pequena Indústria, realizada pelo Datafolha em março por encomenda do Sindicato da Micro e Pequena Indústria (Simpi)

O curioso na pesquisa, de acordo com o presidente do Simpi, Joseph Cury, é que apesar de o cenário macroeconômico ser classificado como desafiador, 52% dos entrevistados afirmam que suas próprias empresas estão em ótima ou boa situação na atualidade.

Apenas 11% afirmam estar em ruim ou péssima situação.

A coleta de dados ocorreu entre os dias 12 e 28 de março e foram realizadas 715 entrevistas em todo o País.

Os dados revelam também o desempenho econômico das MPIs do País, obtidos através do Índice de Satisfação Macroeconômica. Este índice, que varia de 0 a 200 pontos, voltou a apresentar um cenário negativo, caindo de 104 para 98 pontos.

Esse nível de pontuação equipara-se ao observado no segundo semestre de 2023, sendo que as pequenas empresas registraram o menor nível, com 91 pontos.