Santander anuncia medidas de adequação de prazos e condições para clientes do RS

O Santander Brasil adotará uma série de medidas para ampliar prazos e condições especiais de pagamento de faturas e empréstimos pelos clientes do Rio Grande do Sul. O Estado vive a maior catástrofe climática de sua história, após volumes recorde de chuva ao longo das últimas semanas.

O banco anunciou medidas voltadas a clientes de todos os portes que estejam nas regiões afetadas. No caso das pessoas físicas, as ações englobam uma série de linhas de crédito e serviços.

No crédito pessoal, o banco reduzirá em até 20% as taxas de juros e dará carência de até 40 dias para o pagamento das parcelas em novas contratações. No cartão de crédito, vai ampliar de 10 para 24 meses o parcelamento máximo de faturas, com desconto nas taxas, e manterá limites em maio.

O Santander também permitirá que os clientes posterguem o pagamento das próximas duas parcelas do crédito imobiliário, além de renegociações via site ou aplicativo, com até 60 dias de carência, redução de até 70% nas seis primeiras parcelas e prazo de até 120 meses.

Também haverá condições especiais nas renegociações da financeira do banco, e na liberação de seguros. Além disso, as cobranças e negativações de clientes em atraso serão suspensas em maio.

Para pequenas empresas, o banco também concederá condições especiais em linhas como as de capital de giro e ampliará o parcelamento das faturas de cartão. No caso de empresas médias e grandes e clientes agro, o banco está contatando os clientes para analisar cada caso.

Outra medida é uma campanha para estimular doações dos funcionários do banco, que vai "dobrar" o volume doado. Os recursos do fundo de ajuda criado pelo Santander serão destinados a entidades públicas e do terceiro setor para a reconstrução das localidades atingidas, prioritariamente.