EUA anunciam tarifas sobre US$ 18 bilhões em importações da China

A Casa Branca anunciou nesta terça-feira (14) uma série de tarifas sobre produtos fabricados na China, incluindo aço e veículos elétricos, no último lance das crescentes tensões comerciais entre as duas maiores economias do mundo.

O governo dos EUA disse que irá impor novas tarifas sobre US$ 18 bilhões em importações chinesas, em uma medida que, segundo comunicado da Casa Branca, protegerá as empresas e trabalhadores americanos.

A tarifa sobre determinados produtos de aço e alumínio aumentará para 25%, da atual faixa de zero a 7,5%. Tarifas sobre semicondutores dobrarão para 50% até 2025, enquanto as tarifas sobre células solares também dobrarão para 50%, mas já este ano.

Tarifas sobre veículos elétricos chineses irão quadruplicar para 100% ainda em 2024, enquanto as de baterias de íon-lítio serão elevadas de 7,5% para 25%. Produtos médicos, como seringas e agulhas, além de guindastes de transporte marítimo, também estão sujeitos a novas tarifas ou aumentos.

Ao anunciar as tarifas, a Casa Branca apontou que a China apoia suas próprias empresas, em uma prática que gera excesso de capacidade e preços artificialmente baratos em muitas indústrias.