Correção: Aneel aprova reajuste médio de 7,32% nas tarifas da Cemig Distribuição

A matéria enviada anteriormente tinha um erro sobre a data em que os reajustes passam a vigorar. Em vez do dia 21, o reajuste valerá a partir do dia 28. Os porcentuais descritos no último parágrafo também estavam incorretos, valendo o que segue nesta versão do texto corrigido:

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira, 21, um reajuste médio de 7,32% para as tarifas dos consumidores atendidos pela Cemig Distribuição S.A. Os novos valores passam a valer a partir do próximo dia 28.

O efeito é diferente para cada classe de consumo. Para consumidores atendidos em alta tensão, como as indústrias, o impacto médio será de 8,63%. Já para os conectados em baixa tensão, como os residenciais, o aumento será de 6,72%.

Segundo o relatório, a variação dos custos de encargos transmissão e energia tiveram efeito de -1,01%, enquanto a variação de custos de transmissão foi responsável por impacto de 1,74%.