Fluxo cambial total em 2024, até 17 de maio, é positivo em US$ 5,446 bi, mostra BC

O Brasil registrou fluxo cambial positivo de US$ 5,446 bilhões em 2024, até 17 de maio, informou o Banco Central nesta quarta-feira, 22. Em 2023, o resultado foi positivo em US$ 11,491 bilhões.

No acumulado do ano até a semana passada, o canal financeiro apresenta saídas líquidas de US$ 22,346 bilhões. Isso é o resultado de aportes no valor de US$ 223,439 bilhões e retiradas no total de US$ 245,784 bilhões.

O segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo em 2024 é positivo em US$ 27,791 bilhões, com importações de US$ 87,946 bilhões e exportações de US$ 115,737 bilhões.

Nas exportações, estão incluídos US$ 12,734 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 25,875 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 77,129 bilhões em outras entradas.

Mensal

Segundo dados preliminares divulgados pelo Banco Central, o Brasil registrou fluxo cambial negativo em US$ 1,102 bilhão em maio, até o dia 17. Em abril, houve entrada líquida de US$ 1,785 bilhão.

Com a entrada em vigor da nova lei cambial, operações menores têm até o dia 5 do mês subsequente para serem informadas ao BC e, por isso, a estatística mensal final do fluxo cambial é publicada na terceira semana do mês seguinte.

Em maio, até o dia 17, o canal financeiro apresentou saída líquida de US$ 1,267 bilhão. Isso é o resultado de compras no valor de US$ 23,946 bilhões e vendas no total de US$ 25,213 bilhões.

No comércio exterior, o saldo preliminar do mês é positivo em US$ 165 milhões, com importações de US$ 11,109 bilhões e exportações de US$ 11,274 bilhões.

Nas exportações, estão incluídos US$ 1,327 bilhão em Adiantamento de Contrato de Câmbio, US$ 2,324 bilhões em PA e US$ 7,623 bilhões em outras entradas.

Semanal

O BC informou ainda que o Brasil registrou fluxo cambial negativo de US$ 745 milhões na semana passada. Entre os dias 13 e 17 de maio, o canal financeiro apresentou saídas líquidas de US$ 650 milhões.

Isso é o resultado de compras no valor de US$ 9,463 bilhões e vendas no total de US$ 10,113 bilhões.

No comércio exterior, o saldo da semana passada foi negativo em US$ 95 milhões, com importações de US$ 4,625 bilhões e exportações de US$ 4,503 bilhões.

Nas exportações, estão incluídos US$ 469 milhões em ACC, US$ 991 milhões em Pagamento Antecipado e US$ 3,069 bilhões em outras entradas.