Dirigente do BC japonês diz que próximas mudanças de política monetária exigirão cautela

Dirigente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), Seiji Adachi afirmou que a instituição precisará proceder com cuidado em relação a quaisquer outras mudanças de política. Ele enfatizou que a decisão do banco central japonês de encerrar as medidas de flexibilização não foi uma mudança em direção ao aperto monetário.

"Precisamos absolutamente evitar aumentos prematuros das taxas, o que poderia jogar água fria na chance de recuperação da economia japonesa", disse Adachi em um discurso nesta quarta-feira.

A probabilidade de alcançar uma inflação sustentável e estável de 2% está aumentando, mas ainda não é totalmente certa, afirmou Adachi, acrescentando que o banco central precisa manter condições monetárias acomodatícias.

Os comentários de Adachi foram feitos em um momento em que as expectativas de novas mudanças na política do BoJ elevaram o rendimento dos títulos de referência do governo japonês de 10 anos para 1,065%, o nível mais alto desde dezembro de 2011. Fonte: Dow Jones Newswires.