Programa Voa Brasil não terá impacto no preço das passagens, diz ministro

O ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, afirmou que o Voa Brasil não terá impacto no preço das passagens aéreas. O programa tem como proposta disponibilizar passagens de avião no valor de R$ 200 para aposentados do INSS e estudantes do Prouni (Programa Universidade para Todos) que não viajaram nos últimos 12 meses.

"Do ponto de vista da aviação, não terá nenhum impacto de fato no preço das passagens por conta do Voa Brasil. As aéreas estão disponibilizando a ociosidade", afirmou Costa Filho à GloboNews.

Segundo ele, os cerca de entre 12% a 15% de ociosidade que muitos voos têm serão utilizados para "incluir a aviação social".

Durante a entrevista, o ministro não citou uma nova data de lançamento do programa, mas disse que em junho haverá uma reunião com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, sobre o assunto.

O Voa Brasil foi anunciado há cerca de um ano pelo governo federal e estava previsto para ser lançado no mês de abril. Porém, a situação emergencial do Rio Grande do Sul fez o programa ser adiado.

Deixe seu comentário

Só para assinantes