PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Cerca de 800 voos em horários de jogos da Copa serão cancelados

18/03/2014 11h05

SÃO PAULO - Cerca de 800 voos entre 12 de junho e 13 de julho devem ser cancelados ou remanejados com as restrições ao tráfego aéreo comercial de passageiros nas cidades-sede da Copa do Mundo.

A medida vem sendo discutida entre autoridades de defesa e de controle do espaço aéreo como Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas) e companhias desde o mês passado, utilizando aprendizados da Copa das Confederações. Ela deve afetar aeroportos do Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Cuiabá, Manaus, Fortaleza, Recife, Salvador e Curitiba.

A definição acontece com aproximadamente 90 dias de antecedência dos embarques, tempo “suficiente para a reprogramação de voos e reacomodação dos passageiros”, informou a Abear, em nota. Os voos impactados pertencem à malha aérea regular que já estava sendo oferecida desde 2013 para o período do evento. A medida não é válida para os novos voos desenhados especificamente para ampliar a conectividade entre as cidades que receberão jogos da Copa.

“Como a comercialização de bilhetes aéreos tem início até 12 meses antes da data do voo, as companhias seguiram buscando a negociar, respeitando os limites de segurança, uma flexibilização das restrições com vistas à conveniência e comodidade principalmente dos passageiros que já tinham bilhetes adquiridos mas também dos demais consumidores com compras programadas.”

Num cálculo preliminar, são impactados 800 voos que acontecerão durante os jogos do evento, pouco mais de 20 voos por dia. Ainda de acordo com a Abear, os passageiros com bilhetes já adquiridos para os voos afetados serão contatados pelas empresas aéreas nas próximas semanas para serem informados sobre os novos horários para a reacomodação sem custos adicionais em outros voos ou para o ressarcimento integral dos valores pagos, em caso de desistência da viagem.

Para isso, a Abear reforça a importância dos consumidores fornecerem dados atualizados e detalhados durante a compra dos bilhetes, como número de telefone e endereço de e-mail, seja para reservas por meio dos sites das companhias, seja com o auxílio de um agente de viagens.