BC decreta liquidação da TOV Corretora; veja o que acontece com investimentos

SÃO PAULO – O Banco Central decretou, nesta quinta-feira (7), a liquidação extrajudicial da TOV Corretora de Câmbio, Títulos e Valores Mobiliários. O BC citou "as graves violações às normas legais efetuadas pela Sociedade Corretora de Câmbio, Títulos e Valores Mobiliários Ltda." como justificativa para o decreto.

A liquidação extrajudicial é uma medida administrativa com caráter saneador e é aplicada a empresas que operam no mercado supervisionado para restabelecer suas finanças e satisfazer seus credores. A corretora era bastante popular por suas taxas menores para a Bolsa e negociações em dólar.

Os investidores que possuírem dinheiro parado na corretora estão garantidos pelo MRP (Mecanismo de Ressarcimento de Prejuízos) da BM&FBovespa em até R$ 120 mil.

O pedido dos valores pode ser feito para a Bolsa até dezoito meses após a data do fato que tenha gerado o prejuízo. Já quem tiver o dinheiro investido em ações ou títulos de renda fixa deve mudar a custódia para outra corretora.

O "InfoMoney" entrou em contato com a Tov Corretora e não obteve resposta até o momento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos