Bolsas

Câmbio

Rio Bravo espera "bons resultados à frente" para ação fora do radar

SÃO PAULO – A gestora Rio Bravo divulgou relatório em que comenta seu investimento nos papéis da São Martinho (SMTO3). Os gestores afirmam que a empresa está inserida em um "pequeno grupo" de empresas que contam com "alguma visibilidade em relação aos próximos anos" e ainda esperam "bons resultados à frente".

A Rio Bravo explica que a empresa tem uma capacidade de moagem de mais de 23 milhões de toneladas de cana de açúcar em suas quatro usinas. "A cana moída é destinada para a produção de açúcar ou etanol, com uma flexibilidade de 60%/40%, possibilitando que a companhia se aproveite de melhores oportunidades em um ou noutro mercado", escreve a instituição financeira.

A gestora explica que os mercados de açúcar e etanol tem dinâmicas bastante próprias, mas, mesmo assim, ela acredita que os fundamentos deles estão fortes e, assim, podem possibilitar bons resultados para a São Martinho, mesmo em cenário econômico incerto.

"Durante os últimos anos, o preço da gasolina foi mantido artificialmente baixo quando comparado aos preços internacionais. Tal prática não só teve sérias consequências financeiras para a Petrobras, mas, também, para as usinas de açúcar e etanol", explica a Rio Bravo.

No entanto, em 2015, o preço da gasolina subiu e, consequentemente, o preço do etanol também, subindo mais de 40% desde agosto, de acordo com a instituição financeira e isso beneficia diretamente a companhia.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos