Como lucrar com o que parece improvável? Warren Buffett explica

SÃO PAULO – Em uma carta aos cotistas da Berkshire Hathaway, Warren Buffett compartilhou histórias sobre dois investimentos que fez há décadas atrás e que podem mudar o modo como você analisa seus próximos negócios. 

O primeiro caso aconteceu em 1986, quando Buffett comprou uma fazenda de 400 acres (aproximadamente 162 hectares), sem ao menos entender sobre o assunto.

Por sorte, encontrou na família uma solução: seu filho, que gostava e entendia de agricultura, ficou responsável por tomar conta do negócio, organizando a produção e controlando as despesas. Com isso, Buffett calculou que a fazenda poderia dar um retorno de 10%, valor que cresceria ao longo dos anos.

Sete anos depois, Buffett decidiu arriscar novamente e comprou uma loja próxima ao campus da Universidade de Nova York. Devido à localização favorável e privilegiada, ele calculou que seria possível extrair 10% dos investimentos.

Outro fato que ampliou as expectativas de Warren foi a má administração que regia o local, aumentando o potencial de crescimento do estabelecimento nove anos depois, quando o contrato cessaria.

Como essas histórias podem ajudar os investidores a escolherem ações para comprar? Confira alguns dos motivos selecionados pelo "The Motley Fool", dos quais o site "InfoMoney" selecionou cinco:

1- "Você não precisa ser um especialista para que obtenha bons rendimentos. Porém, se você não for, é importante que reconheça suas limitações".

Como mostramos acima, Buffett não entendia de agronegócio, mas seus conhecimentos básicos em administração o permitiram compreender alternativas para gerar lucro e projetar perspectivas para o futuro do negócio. O mesmo aconteceu, por exemplo, quando Buffett comprou a See's Candies, uma empresa norte-americana no ramo alimentício. Sem entender sobre o processo de produção de doces, o investidor analisou os números e previu que seria um bom investimento.

Por outro lado, Buffett não entende sobre o mercado de tecnologia e, portanto, não investirá neste ramo. Você pode aplicar esses conceitos ao seu próprio portfólio: fique com o que você tem mais conhecimento. Não há necessidade de entender tudo sobre o mercado, mas é importante que haja uma noção básica para gerir os negócios.

2- "Foque nos planos futuros que o seu ativo está considerando. Se você não sente confiança em arriscar nas propostas futuras, esqueça e siga em frente para outro negócio".

Mais importante do que analisar os valores das ações é se sentir confiante ao fazer um investimento. Pense no futuro, nas possibilidades de crescimento e busque um negócio que não esteja sob o holofote apenas agora, mas que se mantenha dessa forma nos próximos anos.

3- "Ao administrar meus dois pequenos investimentos, pensava apenas no que as propriedades iriam produzir, sem me importar muito com as suas variações diárias".

Focar no preço diário das ações, além de ser improdutivo, faz com que muitos investidores tomem medidas imprudentes.

Investidores que acompanham seus portfólios constantemente tendem a se desesperar, e a venderem suas ações a preços bem abaixo do estimado. O mesmo ocorre quando o mercado sobe e os investidores decidem comprar as ações em alta para ganharem mais. "Se você consegue passar os finais de semana sem olhar os preços das ações, tente também em dias da semana", aconselha Buffett.

4- "Formular opiniões gerais ou se basear em previsões de outros sobre o mercado é perda de tempo".

Justamente pelo fato de ninguém ter uma bola de cristal para prever as variações do mercado, boas e más notícias permeiam a todo momento e não devem interferir em suas aplicações. O jeito é não se preocupar com as previsões e fazer investimentos a longo prazo.

5- "Minhas duas compras foram feitas em 1986 e 1993. O que a economia, as taxas de juros ou o mercado de ações poderiam fazer nos anos seguintes – 1987 e 1994- não era indispensável ao meu investimento. Não importa o que acontecesse, pois o milho continuaria crescendo em Nebraska e estudantes continuariam estudando na NYU".

Essa citação resume o fato de que se você comprar empresas por preços justos, não há necessidade de se preocupar com as variações do mercado ou da ação em si. O importante é ter em mente que você ganhará dinheiro – pode não ser hoje ou amanhã - mas a longo prazo, o investimento lhe trará retornos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos