Bolsas

Câmbio

Dólar tem queda e vai a R$ 3,47 de olho em impeachment; BC faz 3 leilões de swap reverso

SÃO PAULO - Mais uma vez o Banco Central fez fortes intervenções no mercado de dólar nesta quinta-feira (14), com mais três leilões de swap cambial reverso. Até o meio da tarde a moeda registrava fortes ganhos por conta do leilão feito pela manhã, mas perdeu força e virou para queda no fim do pregão, abrindo a oportunidade para que a autoridade fizesse mais duas intervenções.

O dólar comercial fechou com leve queda de 0,10%, cotado a R$ 3,4745 na compra e R$ 3,4760 na venda após atingir R$ 3,5272 na máxima do dia e R$ 3,4657 na mínima. Enquanto isso, o dólar futuro para maio tinha queda de 0,70%, a R$ 3,492 na venda.

No primeiro leilão, o BC colocou  80.000 contratos e mais 20.000 em sua segunda intervenção. A última oferta foi de 20.000 contratos, movimentando US$ 1 bilhão.  " Houve aumento de volume de venda perto das 15h e,  como BC ficou um pouquinho fora quando dólar chegou a R$  3,48, mercado veio com mais força para venda, antes de  autoridade monetária chamar novo leilão", disse Ronaldo  Guimarães, sócio gestor da Modal Asset.

A intervenção do BC vem no momento em que crescentes apostas no impeachment de Dilma trazem a moeda para baixo. Muitos operadores entendem que a eventual troca de governo poderia atrair capitais de volta ao país.

"O f luxo de venda segue com possibilidade de impeachment e  participantes saindo de posições compradas", disse Guimarães. Enquanto isso, o m ercado vai acompanhar votação no STF sobre mandados de  segurança e ADI questionando procedimentos de  impeachment. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos