Se assumisse hoje, Fazenda seria de Henrique Meirelles, diz Temer a jornal

SÃO PAULO - Em entrevista exclusiva para o jornal "O Globo", o vice-presidente da República, Michel Temer, disse ter ficado "muito bem impressionado" com conversa que teve com o ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. Em "ato falho" ele até admitiu que deixaria que Meirelles indicasse o presidente do BC, embora faça questão de indicar o ministro do Planejamento. 

"Falei Meirelles porque, hoje, estou com esse nome na cabeça. Repito: fiquei muito bem impressionado com a conversa que tive com ele. Então, confesso que se eu tivesse que assumir hoje, o ministro da Fazenda seria ele. Mas, nenhum de nós sabe o que vai acontecer amanhã", afirma. 

Já sobre o senador José Serra (PSDB-SP), o vice-presidente deu a entender que ele não ocuparia nenhum ministério da área econômica, mas da área social. Temer insinuou mais concretamente que Serra deve ser ministro da Educação de um eventual governo. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos