Bolsas

Câmbio

BTG Pactual escolhe nova "top pick" e prevê alta de 30% para papel

SÃO PAULO – A equipe de análise do BTG Pactual elaborou relatório em que comenta o setor de papel e celulose na América Latina. Os analistas apontam que a Klabin (KLBN11) é a nova "top pick" deles no setor.

A instituição financeira relata que a Klabin é uma das únicas companhias sob cobertura que tem uma alta visibilidade de lucros com análises de fluxo de caixa descontados. Mesmo não sendo um papel barato em relação a seus múltiplos, eles ainda enxergam valor na empresa.

O BTG Pactual destaca também que a alavancagem da companhia está sob controle, com expectativa de que a relação entre dívida líquida e EBITDA (Lucro antes de Juros, Impostos, Depreciações e Amortizações, na sigla em inglês) caia para 3,1 vezes em 2018.

O preço-alvo da equipe de análise da instituição financeira para os papéis da companhia é de R$ 20,00, o que totaliza um potencial de valorização de 27,8% em relação ao fechamento do dia 22 de junho de 2016. No entanto, ainda há possibilidade de ele ser elevado após a implementação do projeto Puma da companhia.

Ainda dentro do setor, o BTG destaca que também recomenda compra para a Suzano (SUZB5), que segue com um perfil de fluxo de caixa livre atrativo, e para a Fibria (FIBR3), mesmo com preocupações em relação à expansão da companhia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos