Dez lições sobre dinheiro para aprender em dez minutos

  • Getty Images/iStockphoto

SÃO PAULO – Ter uma atitude mais saudável e responsável em relação ao dinheiro é algo que pode transformar qualquer um. Afinal, com tranquilidade nas finanças, é possível aproveitar mais a vida e viver com muito menos estresse. As colunistas do site Business Insider listaram dez lições sobre dinheiro para aprender em dez minutos e que podem mudar sua vida financeira.

1 – Como calcular seu patrimônio

Seu patrimônio é, basicamente, o valor financeiro de tudo que você detém. Um patrimônio negativo pode significar que está na hora de rever atitudes. Enquanto isso, um patrimônio positivo pode mostrar que você está no caminho certo. No entanto, como determinar isso?

Seu patrimônio deve ser calculado com tudo que você tem menos o que você deve. Assim, faça uma planilha com o dinheiro que você tem em todas suas contas e seus investimentos. Depois, subtraia todas suas dívidas e assim saiba o número. Se você tem uma casa e ela é financiada, use uma estimativa realista de valor para ela e subtraia o quanto falta pagar de seu financiamento para determinar o quanto você tem. O ideal é fazer essa conta duas vezes por ano para acompanhar a evolução do patrimônio.

2 – Como saber para onde seu dinheiro vai

Muitos de nós sabemos o quanto gastamos por mês. Mas, você sabe quanto gasta jantando fora, em assinaturas ou em café? Provavelmente é mais do que você pensa. Se você redirecionar despesas pequenas do dia a dia para uma conta de investimento, pode ver esse dinheiro se multiplicar. A melhor maneira de saber para onde seu dinheiro vai é usando aplicativos no celular em que você pode adicionar suas despesas. Se isso não funcionar, pode usar as tradicionais planilhas no computador ou mesmo anotar suas compras em um caderno.

3 – Como mudar seu pensamento em relação ao dinheiro

Você não precisa necessariamente ganhar uma fortuna para enriquecer. Para começar, é preciso pensar no dinheiro como algo para investir, em vez de algo para poupar ou gastar. Nunca use seu dinheiro reservado para aplicar para nenhuma outra coisa além disso e assim lucre mais.

4 – Quais dívidas pagar antes

As dívidas não são iguais. Para começar, separe todas as suas dívidas por seus juros, do mais alto para o mais baixo. Priorize as dívidas com juros mais altos primeiros e pague-as integralmente. Uma vez que ela esteja quitada, mantenha seu foco na próxima dívida com a taxa de juros mais altos. É mais barato no longo prazo fazer essa escolha.

5 – Quão grande seu fundo de emergência deve ser

Não existe uma resposta universal para essa questão. O total de suas reservas é algo altamente pessoal e geralmente medido em meses de despesas. Um número que é consenso entre a maior parte dos especialistas no assunto é de seis meses de gastos cobertos pelo fundo. Assim, caso você perca o emprego ou tenha alguma necessidade urgente, estará protegido por algum tempo.

6 – Como seu parceiro pensa sobre dinheiro

Por mais que isso seja desconfortável, conversas sobre dinheiro são cruciais – ainda mais se você está pensando em casamento. Afinal, brigas sobre dinheiro são um dos principais motivos que levam casais ao divórcio. Casais inteligentes conversam sobre dinheiro sempre e quando se trabalha junto, os resultados se somam e por isso é importante saber o que ele ou ela pensa sobre finanças.

7 – Como garantir dinheiro para poupar

Ter dinheiro para poupar não é questão de quanto se ganha, mas sim de pensamento. O que você deve fazer é "pagar você mesmo primeiro". Ou seja: assim que seu salário cair, antes de pagar qualquer conta ou responsabilidade financeira e, principalmente, antes de gastar com futilidades, guarde algum dinheiro para se preparar para o futuro.

8 – Como automatizar suas finanças

Mudar seu pensamento sobre dinheiro pode até ser algo rápido, mas como garantir que você vai se ater a seu plano? Simples: automatize suas finanças. Ao programar depósitos automáticos para o seu dinheiro, você garante um compromisso que não exigirá nenhum esforço de você e fará com que você consiga juntar bastante dinheiro no longo prazo.

9 – Quanto dinheiro manter na conta corrente

Essa resposta também será diferente para cada caso. Uma regra geral é manter um mês de despesas na conta corrente. Isso garante que você terá uma proteção de trinta dias caso algo extremo aconteça e também protege contra qualquer despesa inesperada que possa aparecer no meio do caminho.

10 – Que tipo de seguro você precisa

Todo mundo precisa de um convênio de saúde. Se você tem um carro, precisa de um seguro para ele. Se tem um imóvel, a mesma coisa. Mas além desses, quais mais são necessários? Se você se sustenta, é necessário um seguro em caso de invalidez. Se você tem filhos ou dependentes, um seguro de vida também é importante, uma vez que pode trazer mais proteção em uma situação extrema.

Tecnologia ajuda pessoas na organização das finanças

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos