Bolsas

Câmbio

Companhia aérea dos EUA exigiu que passageiros se pesassem antes do embarque

SÃO PAULO – Dois passageiros que viajavam de Honolulu, no Havaí, enviaram uma reclamação ao Departamento de Transportes dos Estados Unidos alegando que a companhia aérea responsável pelo voo, a Hawaiian Airlines, os obrigou a se pesarem antes de escolherem seus assentos do avião.

Segundo informações da Radio New Zealand, a companhia alegou que observou um aumento no peso médio dos passageiros e, por isso, precisava distribuir o peso na aeronave de maneira uniforme. Esse também foi o motivo pelo qual pediu para que os passageiros se pesassem.

Entretanto, apenas os voos entre Honolulu e Pago-Pago, capital da Samoa Americana e destino dos passageiros, são os que não aceitam mais a pré-seleção de assentos do voo. "É claro que eles dizem que é uma questão de segurança, mas então nós estamos voando sem segurança há todos esses anos?", disse um dos passageiros envolvidos, Avamua Dave Haleck.

O avião com o qual a companhia opera esse voo, desde 2003, é um Boeing 767-300, que, segundo a Boeing, é perfeitamente capaz de suportar 269 passageiros.

Na internet, o ocorrido causou polêmica: o motivo que teria levado a Hawaiian Airlines a pesar os passageiros desse voo seria o fato de que a Samoa Americana é um dos locais com maior incidência de obesidade em todo o mundo, de 30%.

O Departamento de Transporte dos EUA está investigando a queixa dos passageiros contra a companhia. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos