Bolsas

Câmbio

BTG Pactual recomenda compra para ação que cai quase 50% em 2016

SÃO PAULO - Os analistas do BTG Pactual divulgaram relatório em que recomendam compra para os papéis da Fibria (FIBR3). A instituição financeira comenta que os números da empresa referentes ao terceiro trimestre de 2016 vieram em linha com o esperado, mas que a alavancagem da companhia está subindo, apesar de estar longe de um patamar preocupante.

Os números da empresa vieram fracos, de acordo com a equipe de análise, mas dentro daquilo que era estimado; O EBITDA (Lucro antes de Juros, Impostos, Depreciações e Amortizações, na sigla em inglês) ficou em R$ 758 milhões, queda de 18% em relação ao trimestre anterior e de 51% em relação ao mesmo período do ano passado.

Já a alavancagem está em 2,6 vezes a dívida líquida da companhia sobre o EBITDA em dólar, contra uma relação de 2,1 vezes no segundo trimestre desse ano. O patamar atual, no entanto, é altamente manejável, apontam os analistas. Os resultados mais fracos são fruto, especialmente, do atual cenário cambial e do preço da celulose.

Um ponto que agrada os analistas em relação à Fibria é o forte controle de custos da companhia e também o fato de ter acontecido uma pequena revisão de investimentos para o segundo semestre desse ano, com um corte de gastos na casa de R$ 200 milhões.

O BTG Pactuak atesta que segue otimista com o papel, mesmo com sua recente queda principalmente por levar em conta seu valuation e a expectativa de que o dólar fique na casa de R$ 3,30, com o preço da celulose em US$ 450 por tonelada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos