Bolsas

Câmbio

Cliente encontra rato costurado em vestido da Zara e processa empresa

SÃO PAULO – Uma nova iorquina entrou com um processo contra a Inditex, dona da marca de roupas Zara depois de encontrar um rato morto costurado em vestido. Ela comprara a peça quatro meses antes, e descobriu o animal depois de sentir um odor fétido e "sentir cutucadas em sua perna", de acordo com o New York Post.

Além do danos morais, a consumidora alegou no processo que o contato com o roedor, de 5 centímetros, lhe causou uma erupção cutânea.

Ela disse ao jornal que encontrou o rato dentro do vestido quando estava no escritório, e de início pensou que haviam esquecido um sensor. A peça custou US$ 40 e foi adquirida em julho.

Ainda ao New York Post, a assessoria de imprensa da marca nos EUA disse estar a par do caso e investigando o que aconteceu. O advogado da consumidora disse que tentou um acordo fora dos tribunais, mas a Zara negou sua proposta.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos