99% dos cabos falsos para iPhone são inseguros para os usuários; entenda

SÃO PAULO – Uma pesquisa realizada pela empresa de segurança Trading Standards apontou que de 400 cabos para iPhone vendidos na internet, nenhum deles fabricado pela Apple, somente três são seguros o suficiente para o usuário.

O problema nesses acessórios é que eles falham em um teste de segurança "básico", que mostra que eles não possuem a isolação suficiente para prevenir que os usuários sejam eletrocutados – ou seja, quando conectados a uma fonte de alta voltagem, expõem esse risco.

Segundo uma pesquisa realizada pela própria Apple, cerca de nove em cada dez acessórios vendidos para seus dispositivos na internet são falsos – principalmente na Amazon, site que, nos Estados Unidos, é um dos principais para a venda de eletrônicos.

Entretanto, nem sempre é por vontade do consumidor escolher um dispositivo "falso": em alguns casos, o consumidor é meramente enganado ao achar que está comprando um acessório produzido pela própria Apple, mas com preços menores – quando, na verdade, está comprando um acessório de fabricante desconhecida.

A recomendação dos responsáveis pela pesquisa é que, mesmo sendo mais caro, o ideal para garantir a segurança ao usar o acessório é comprar carregadores originais da Apple.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos