PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

ABERTURA: Ibovespa futuro abre com nova alta em dia de otimismo na cena externa

30/08/2019 09h27

A jornada desta sexta-feira começa mais uma vez com ganhos para o índice futuro do Ibovespa, que avança 0,66% aos 102.220 pontos no último dia útil do mês. O mercado segue respirando com mais tranquilidade com a relação entre Estados Unidos e China. Além disso, dados da economia local dão um alívio para os investidores.

A moeda americana abre a sessão com queda de 0,25%, negociada a R$ 4,1583.

- Mercado Interno

No trimestre encerrado em julho de 2019, a taxa de desocupação (11,8%) recuou 0,6 pontos percentuais (p.p.) em relação ao trimestre de fevereiro a abril de 2019 (12,5%) e caiu 0,5 p.p. na comparação com o mesmo trimestre de 2018 (12,3%).

A população desocupada (12,6 milhões de pessoas) recuou 4,6% (menos 609 mil pessoas) frente ao trimestre anterior e ficou estatisticamente estável em relação a igual período de 2018 (12,8 milhões).

A população ocupada (93,6 milhões de pessoas) cresceu em ambas as comparações e é a maior da série: 1,3% (mais 1.219 mil pessoas) em relação ao trimestre anterior e 2,4% (mais 2.218 mil pessoas) na comparação como o mesmo período de 2018.

- Cena Externa

O escritório do Representante de Comércio dos EUA na quarta-feira disse que, a partir de 1º de setembro, a agência de Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA começará a cobrar uma tarifa de 15% sobre uma parte da lista que contém mais de 125 bilhões de dólares em produtos da China, incluindo relógios inteligentes, fones de ouvido bluetooth, TVs de tela plana e calçados.

Antes do prazo de 1º de setembro, Washington e Pequim indicaram que retomariam as negociações comerciais, com Trump dizendo que algumas discussões estavam ocorrendo e que mais estão programadas.

Equipes de negociadores comerciais de China e Estados Unidos estão mantendo uma comunicação eficaz, disse o Ministério das Relações Exteriores da China nesta sexta-feira em uma entrevista coletiva em Pequim.

A China e os Estados Unidos estão envolvidos em um embate tarifário que envolve centenas de bilhões de dólares em mercadorias de ambos os lados e que ameaça afetar todo o comércio entre os países, colocando em risco o crescimento global.

- Agenda Externa

A sexta-feira nos Estados Unidos tem com principal destaque a divulgação dos Gastos e Renda Pessoais, com estimativas de avanço de 0,5% e 0,3%, respectivamente para julho, além do índice de Preços PCE, que tem estimativa de avanço mensal de 0,1%.

BOLSAS INTERNACIONAIS

Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 1,19%, a 20.704 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,08%, a 25.724 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,16%, a 2.886 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, ganhou 0,25%, a 3.799 pontos.

Nos mercados acionários da Europa, a sexta-feira aponta ser um dia de ganhos para os mercados. Em Frankfurt, o DAX soma 1,20% aos 11.979 pontos, enquanto que em Londres, o FTSE avança 0,74% aos 7.238 pontos. Já em Paris, o CAC tem ganhos de 0,93% aos 5.500 pontos.

COMMODITIES

A jornada desta sexta-feira foi marcada por uma forte valorização para os contratos futuros do mineiro de ferro, que são negociados na bolsa de mercadorias da cidade chinesa de Dalian. O ativo com o maior voluma de negócios, com data de vencimento para janeiro do ano que vem, a alta foi de 4,02% a 607,50 iuanes por tonelada, o que representa uma variação de 23,50 iuanes.

No mesmo sentido, a sessão também foi de recuperação para as cotações dos papéis futuros do vergalhão de aço, que são transacionados na também chinesa bolsa de mercadorias de Xangai. O contrato de maior liquidez, para janeiro de 2020, avançou 46 iuanes para 3.350 iuanes por tonelada, enquanto o de outubro de 2019, segundo mais negociado, somou 37 iuanes para 3.644 iuanes por tonelada.

No caso do petróleo, a sexta-feira registra perdas para os principais contratos. O barril do tipo WTI, negociado em Nova York, retrocede 1,34%, ou US$ 0,76, a US$ 55,95. Já em Londres, o Brent cai 0,61%, ou US$ 0,37, a US$ 60,12.

MERCADO CORPORATIVO

- Petrobras (SA:PETR4)

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) deu até segunda-feira para que Petrobras (SA:PETR4) e sindicatos decidam sobre proposta de mediação a respeito das negociações sobre o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), diante de impasses enfrentados entre ambas as partes, informou a petroleira nesta quinta-feira.

Na proposta, o TST sugere que a mediação ocorra até 27 de setembro e os sindicatos se comprometamr a não fazer greve e comparecer às reuniões agendadas e a Petrobras (SA:PETR4) a prorrogar o acordo coletivo de trabalho durante o período de mediação.

A mediação do TST foi pedida pela petroleira para tentar alcançar uma solução para o fechamento do acordo, uma vez que os funcionários têm rejeitado as propostas da empresa.

Nesta quinta-feira, os representantes da Petrobras (SA:PETR4) e das entidades sindicais participaram da primeira reunião de trabalho e negociação, mediada pelo TST, segundo a Petrobras. Estiveram presentes também os representantes da Transpetro.

- BNDES – Banco do Brasil (SA:BBAS3)

O Banco do Brasil (SA:BBAS3) anunciou nesta quinta-feira que o Ministério da Economia transferiu 20.785.200 ações do banco detidas pela União, para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O montante coincide com o volume de ações que o governo federal anunciou na semana passada que pretendia vender e que equivale ao valor excedente ao mínimo necessário para manter a condição de acionista controlador do BB (SA:BBAS3).

- Saraiva (SA:SLED4)

A Saraiva (SA:SLED4) anunciou nesta quinta-feira que seu plano de recuperação judicial foi aprovado e será levado para homologação da Justiça. O plano envolve a companhia e sua controlada Siciliano, afirmou a empresa por meio de fato relevante.

Maior rede de livrarias do país, a Saraiva (SA:SLED4) pediu recuperação judicial em novembro passado, após não conseguir acordo com fornecedores para renegociação de dívidas. A empresa listou no pedido débitos de 675 milhões de reais.

- Bradesco (SA:BBDC4)

O Bradesco (SA:BBDC4) anunciou nesta quinta-feira o lançamento de um programa de desligamento voluntário (PDV) de funcionários, no momento em que as grandes instituições financeiras do país enfrentam crescente concorrência de bancos digitais.

Em comunicado, o segundo maior banco privado do país afirmou que o período de adesão ao PDV será aberto na próxima segunda-feira (2 de setembro) e termina em 16 de outubro e vale para os funcionários "que preencherem os requisitos estabelecidos no regulamento", afirmou o Bradesco (SA:BBDC4) sem dar detalhes.

A instituição também afirmou que o número de funcionários elegíveis, assim como a expectativa de impacto financeiro do programa, serão divulgados após o fim do período de adesão.

No comunicado, o banco afirmou que oferecerá a quem aderir ao programa, além das verbas rescisórias, o equivalente a 60% do salário fixo do mês, por ano completo trabalhado, limitado a 12 salários, além da manutenção do plano de saúde e odontológico por um ano e meio e seis meses de vale alimentação.

- Carne Bovina

A Indonésia autorizou que dez frigoríficos brasileiros exportem carne bovina ao país, disse a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, em um comunicado divulgado no final da quarta-feira.

As unidades possuem um potencial de exportação de pelo menos 25 mil toneladas de produtos bovinos, afirmou o comunicado, sem fornecer mais detalhes.

A autorização vem depois de Tereza ter negociado em maio com o ministro da Agricultura indonésio, Amran Sulaiman, como parte de um tour por países asiáticos em busca da abertura de novos mercados para os produtos agrícolas brasileiros.

Cinco das plantas autorizadas são operadas pela Minerva (SA:BEEF3), disse a empresa em comunicado nesta quinta-feira.

- Energia Elétrica

O sistema de transmissão de energia elétrica do Brasil precisará ter quase 15 mil equipamentos substituídos nos próximos anos, em meio ao envelhecimento das redes, em processo que exigirá intenso planejamento e elevados investimentos, disse à Reuters o diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Luiz Eduardo Barata.

As trocas envolverão transformadores, disjuntores, para-raios, transformadores de corrente e de potencial e outras peças, principalmente em linhas de transmissão operadas por empresas da estatal Eletrobras (SA:ELET3) e da Isa Cteep, que são mais antigas e já tiveram o contrato de concessão renovado pelo governo.

Caso todos os equipamentos sejam trocados, os que já exigem troca imediata e os em final de vida regulatória, os investimentos necessários seriam superiores a 21 bilhões de reais, estimou o ONS.

- Minério de Ferro

A mineradora BHP está perto de um acordo para alienar sua fatia no depósito de minério de ferro de Nimba, em Guiné, enquanto três grandes mineradoras disputam espaço para desenvolver metade da reserva de Simandou, localizada no mesmo país e maior área de minério de ferro inexplorada de que se tem conhecimento, disseram fontes próximas às negociações.

Guiné vem lutando há décadas para obter dinheiro com seu minério de ferro, cuja exploração não foi desenvolvida por causa de prolongadas disputas legais e pelo custo de infraestrutura.

A BHP também tenta há anos vender sua parcela no empreendimento de Nimba, que não se adequa à preferência da empresa por operações em economias estáveis e desenvolvidas. Fontes bancárias, falando sob condição de anonimato, afirmaram que o preço seria insignificante, já que a BHP está ansiosa para fechar um acordo.

Neste ano, uma alta nos preços do minério de ferro, impulsionada por interrupções por ciclones na Austrália e pelo rompimento de uma barragem da Vale (SA:VALE3) em Brumadinho (MG) em janeiro, aliada à resolução de uma das disputas legais que vinham bloqueando o desenvolvimento de Simandou, ajudou a reacender o interesse nos ativos guineanos.

- Setor Imobiliário

O financiamentos imobiliários com recursos da caderneta de poupança somou 6,7 bilhões de reais em julho, maior montante mensal de empréstimos em 2019 e alta de 36% ante mesmo mês de 2018, divulgou nesta quinta-feira a entidade que representa instituições financeiras que atuam no setor, Abecip. Em relação a junho, contudo, houve acréscimo de apenas 0,5%.

No mês passado o sistema financiou a compra ou construção de 24,9 mil imóveis, também melhor resultado do ano, acréscimo de 24,1% ano a ano e de 11,7% na comparação mensal.

De janeiro a julho, os financiamentos concedidos pelo Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) para compra e construção de imóveis alcançaram 40,4 bilhões de reais, elevação de 33,8% na comparação igual intervalo do ano passado.

AGENDA DE AUTORIDADES

- Jair Bolsonaro

O presidente começa a sexta-feira recebendo Onyx Lorenzoni, Ministro-Chefe da Casa Civil da Presidência da República; e Ronaldo Caiado, Governador do Estado de Goiás.

Na parte da tarde, concede entrevista à Antonia Fontenelle, Atriz e YouTuber. Mais tarde, participa da solenidade Comemorativa ao 41º Aniversário de Criação do Colégio Militar de Brasília.

- Paulo Guedes

Confira a programação de reuniões e audiência do ministro da Economia:

- Audiência com o diretor do Centro de Economia Mundial da FGV, Carlos Langoni;

- Audiência com o chairman e CEO da Exxon Mobil Corporation (NYSE:XOM), Darren Woods;

- Audiência com o presidente Coca-Cola Brasil, Henrique Braun;

- Audiência com a presidente da Equinor Brasil, Margareth Øvrum;

- Audiência com o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf;

- Audiência com o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA), Luiz Carlos Moraes;

- Audiência com o diretor da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Aloisio Araújo.