PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Governo deve optar por novo projeto de privatização da Eletrobras, diz Valor

18/09/2019 10h49

O governo do presidente Jair Bolsonaro deve decidir pelo envio de um novo projeto de lei para a privatização da Eletrobras (SA:ELET3). A edição desta quarta-feira do Valor Econômico revela que a equipe do ministério de Minas e Energia considera a proposta anterior, elaborada na gestão de Michel Temer, sofreu alterações ruins.

Com isso, por volta das 10h48, as ações da companhia eram negociadas com queda de 1,33% a R$ 43,88.

Entre as principais críticas à proposta anterior estão o aporte de R$ 500 milhões ao ano para um fundo de revitalização do rio São Francisco e também o uso de 40% dos recursos da descotização das hidrelétricas para a Conta de Desenvolvimento Energético As alterações foram incluídas pelo relator do projeto de lei, deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA).

A visão da equipe do governo é que as mudanças realizadas na proposta que tramita no Congresso trazem uma série de penduricalhos que podem reduzir o valor da capitalização. A intenção do governo é manter recursos para o São Francisco e para a CDE, mas em valores menores.

O Valor informa que a nova proposta não deve prever a existência de uma golden share e também trazer a previsão de que o governo abre mão de presidir o conselho de administração da companhia após a privatização. Isso, na visão do ministério, tem como objetivo não prejudicar o valor de mercado da estatal, obtendo uma capitalização mais robusta.

Na proposta de Michel Temer, inicialmente era previsto que 1/3 da descotização iria para a CDE, uma forma de reduzir, de forma indireta, as tarifas de energia pagas pelos consumidores.